Naruto Dimension, o melhor fórum da atualidade!
 
FAQInícioPortalBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-seCalendário

Compartilhe | 
 

 [Rank - C] O Piromaníaco (One-Post)

Ir em baixo 
AutorMensagem
Makoto
Chūnin - Konoha
Chūnin - Konoha
Makoto

Função : ADMINISTRADOR
Alertas :
50 / 10050 / 100

Mensagens : 615
Pontos por atividade : 753
Reputação : 0

Ficha Shinobi
HP:
650/650  (650/650)
Chakra:
400/400  (400/400)
[NPC] Experiência:
0/0  (0/0)

MensagemAssunto: [Rank - C] O Piromaníaco (One-Post)   Qua Ago 15, 2018 11:07 am



O PIROMANÍACO
Akimichi Makoto



1/10

— É, eles podem estar certos. Talvez o trabalho enobreça. BYAHAHAHA! — Admitia o colosso, enfiando o mindinho tão fundo na orelha que poderia tirar de lá com o cérebro enroscado na unha grotescamente longa. A vida era difícil pra pessoas feito ele que não sabiam o que estavam fazendo nela. Limpou a cera disfarçadamente na bermuda e fingiu que estava atento aos dizeres do homem que lhe atribuía importantes tarefas. A verdade é que estava muito distraído tentando farejar de onde vinha o doce aroma de biscoitos rodeando o galpão.

—... e é por isso que você precisa derrotar o garoto e trazê-lo até nós, entendeu Makoto? Makoto? Você ao menos está me ouvindo? — o homem do outro lado, de óculos, cabelo penteado e barba feita - típico mauricinho que apanhava na academia ninja - estava irritado com a inquietação e desatenção do enorme gennin, mas era difícil dar bronca no ninja mais improvável da aldeia, afinal poderia terminar numa briga generalizada que destruiria toda aquela sala.

O Akimichi já não estava tão atento, pois algo se aproximava e roubava mais sua atenção. Os passos nas escadas entregavam: alguém trazia uma bela bandeja de biscoitos de chocolate e eles estavam mais próximos a cada degrau. Tac. Tac. Salto feminino. Deu de costas ao capitão, deixando-o sozinho debruçado sobre a sua mesa enquanto Makoto se aproximava como um tubarão que fareja sangue no oceano. — Com licença senhora, isso é meu! — Vociferou, tomando a bandeja das mãos frágeis da servente que a carregava e virando todo seu conteúdo garganta abaixo. Sagaz que era, apressou-se pelas escadas antes que pudesse ouvir a bronca.

— Er... garoto descontrolado, garoto descontrolado e o que mais... — Makoto andava em seus passos trôpegos na rua de terra, indo até a saída da vila numa área arborizada. Estava totalmente absorto enquanto uma legião de crianças corria contra ele, fazendo-o parecer uma enorme baleia resistindo à maré. Elas corriam e gritavam, corriam e gritavam. O Akimichi olhava para os dedos da mão e tentava contar a quantidade de informações que tinha, mas as vozes agudas desesperadas não o deixavam pensar. — Ei, vocês podem calar a... achei, BYAHAHAHA! — levantou o queixo pra brigar com os pivetes e entendeu o que eles tanto temiam, dava pra ver labaredas crepitando por cima da copa das árvores. — Deve ser esse mesmo. — Disse para uma criança que o olhava extasiada, tentando entender de onde vinha alguém tão feio. Makoto apanhou a esfirra na mão do garoto e devorou o lanche numa bocanhada só, fazendo-o chorar e fugir com o resto do gado.

As chamas não paravam de surgir e desaparecer num clarão compassado, projetando a sombra das laranjeiras hora ao leste hora ao norte. Fogo, né? O nerd que lhe atribuíra a missão tinha dito algo sobre isso. — Pelo o jeito eu tenho permissão pra usar a força, hehe. — mostrou um largo sorriso amarelo faltando alguns dentes para si mesmo. Não tinha ninguém que estivesse lá pra ver. O piromaníaco se trancou em sua cabecinha e nem entendeu que estava prestes a incendiar uma clareira.

O titã puxou os cotovelos atrás do pescoço e depois à frente do peito, alongando-se enquanto girava o quadril molenga. Fazia bastante tempo que não tentava isso, mas sempre era bem divertido. Abriu o berreiro e vociferou, BAIKAAAAA. Virou uma bola. Realmente uma bola. Uma bola grande e rija de banha embebida em chakra. Só lhe sobrava as mãos, pés e cabeça de fora daquela massa grotesca de gordura. A estratégia era simples e idiota: atropelar as árvores e se tivesse sorte pegar o criminoso no processo. O Baika no Jutsu sempre antecede o Nikudan Sensha - que é o que adiciona poder ofensivo ao usuário. Encolhendo o que lhe sobrava, soprou em chakra e adicionou um poderoso movimento rotativo que fez com que aquela esfera de destruição rumasse floresta à dentro.

Não havia árvore, urso, coelho, pássaro, macaco ou o que fosse que parasse sua fúria desenfreada. Aquele demônio desenfreado derrubava tudo que se colocava em seu caminho, até que sentiu um calor crescente e desfez a forma. Olhando para cima, numa árvore paralela à sua trajetória, viu que se colocava um gennin um tanto quanto descontrolado pela faceta enraivecida. Já Makoto tinha cinzas em seu traje, fruto do caminho pouco agradável que escolheu. Ambos estavam dentro de uma clareira, encarando-se. Enquanto um mostrava ódio outro só tinha um sorriso distorcido no rosto. Makoto nunca tinha se sentido tão idiota. No som do primeiro galho se rompendo o piromaníaco saiu do raio de alcance da técnica e simplesmente esperou.

— É sempre um prazer achar alguém mais maluco que eu nessa porcaria de aldeia, BYAHAHAHAHA! — Se houvessem crianças ou animais por ali nessa altura, essa risada era suficientemente assustadora pra lhes convencer de que o ambiente não era mais propício pra existências triviais que não fossem apostar tudo o que tivessem dentro da arena que a clareira havia se tornado.

"Merda, não sei até que ponto atiçar a ira desse imbecil vai ser útil. Se houver um incêndio eu serei o culpado." Makoto ainda tinha consciência sobrando no que quer que pudesse estar no lugar do cérebro e sabia das consequências que teria se falhasse. Oh, imagine quão ruim seria uma semana sem sobremesa. Jamais deixaria que isso acontecesse, não pela culpa daquele infame gennin. Levantou-se e bateu a poeira das calças, sentindo a barriga pesar pra se erguer do chão. O piromaníaco continuava prostrado nas alturas, olhando-o de cima. Oh, aquilo não poderia ser mais irritante. O Akimichi apressadamente puxou duas shurikens com adesivos explosivos e arremessou, ativando-os na hora que se prenderam ao tronco ligado ao galho que servia de apoio pro rapaz. KABUM. Despencou. O menino era sagaz e aproveitou a queda pra saltar e regurgitar esferas de chamas que iam em direção do nosso quase herói. Esse foi ainda mais esperto e simplesmente usou o ângulo da queda da árvore pra sair do alcance do fogo, resumidamente saltou para o lado e viu as bolas de chakra incendiado se desmancharem ao encontrar o chão à sua direita.

Eles se encontraram num salto e trocaram golpes, mas ambos sem sucesso. O Akimichi era muito lento e o garoto muito fraco, um não acertava e o outro não infligia danos. Os dois também não pareciam estar interessados em empunhar lâminas contra um aliado da vila, por isso mantiveram-se na boa e velha trocação. O primeiro soco bem colocado de Makoto arremessou-o por metros e entendeu que poderia ter fraturado uma costela ou outra, por isso decidiu maneirar no próximo. Tinha que findar o combate sem matar o garoto. Esse se dispôs em arremessar projéteis a todo tempo, mas o gordo arrancou um galho de árvore e parou todos eles com o utensílio, arremessando de volta os que ficavam presos na madeira. Para sua sorte o gennin usuário de chamas estava muito cansado pelo treino e não tinha mais chakra, então foi atingido na perna por uma shuriken.

Nada disso parecia divertido pra nenhum dos dois lados.  O filhote de dragão ficou parado, mas o glutão correu em sua direção numa velocidade muito maior do que ele aparentava realmente ter. Quando estava se aproximando viu que o seu adversário realizava selos e agarrou os seus dois braços. Makoto era tão grande que a palma de suas mãos cobria o antebraço do garoto que desmanchou indefeso e tentou inutilmente resistir chutando a barriga do gigante, mas foi cabeceado e apagou. O Akimichi colocou o garoto sobre os ombros e carregou até a porta do gabinete, deixando-o nos cuidados de outros ninjas que voltavam de suas missões. — Digam ao maldito sênior que aqui está, não vou ficar esperando sua boa vontade pra me atender. Tô morto de fome. — Então contente com o sucesso em sua primeira tarefa de muitas ele girou nos calcanhares e foi até o restaurante mais próximo.

Missão:
 

Jutsus usados:
 




.......

[17:45:13] @ Kurt : ja tankei arthur, mexicano e eric
[17:45:15] @ Kurt : ao mesmo tempo
[17:45:17] @ Kurt : me respeita
[17:45:44] @ Accel : tankou eles roubando a gm?
[17:45:48] @ Accel : acho que nao
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kurt
Chūnin - Konoha
Chūnin - Konoha
Kurt

Função : ADMINISTRADOR
Alertas :
0 / 1000 / 100

Mensagens : 399
Pontos por atividade : 470
Reputação : 1

Ficha Shinobi
HP:
600/600  (600/600)
Chakra:
1300/1300  (1300/1300)
[NPC] Experiência:
0/0  (0/0)

MensagemAssunto: Re: [Rank - C] O Piromaníaco (One-Post)   Qua Ago 15, 2018 12:21 pm

Ok
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
[Rank - C] O Piromaníaco (One-Post)
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Missão Rank A] Estranho Dojo (Exclusivo ANBU)
» ๑۩۞۩๑ Simbolos para o chat ou post ๑۩۞۩๑
» Missão de Rank B - Salvamento Marítimo
» Regras do RPG
» Técnicas do Nibi

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Dimension :: Konohagakure no Sato :: Missões da Vila-
Ir para: